Tratamento para Hérnia de Disco

Conheça as causas, os sintomas e os tratamentos não invasivos para hérnia de disco lombar e cervical

Tratamento para Hérnia de Disco

Conheça as causas, os sintomas os tratamentos não invasivos para hérnia de disco lombar e cervical

O que é Hérnia de Disco?

A hérnia de disco é a compressão da medula espinhal devido ao escape do material interno do disco intervertebral para a área externa.

hérnia de disco-grafico

Causas da Hérnia de Disco

A principal causa da hérnia de disco é o desgaste dos discos da coluna. Por conta disso, a hérnia de disco geralmente ocorre em pessoas com mais de 40 anos. No entanto, outros fatores podem contribuir, como movimentação repetitiva, sedentarismo, sobrecarga de peso e excesso de atividade de alto impacto.

Sintomas

A hérnia de disco pode ocorrer tanto na coluna lombar como na coluna cervical. No caso da coluna lombar, a dor pode irradiar para as pernas, enquanto na hérnia cervical a dor costuma irradiar para os braços.

Hérnia de Disco Lombar

  • Dor nas pernas, quadril e/ou nádegas

  • Alteração de força

  • Dormência

  • Formigamento

Hérnia de Disco Cervical

  • Dor no pescoço

  • Dor irradiada para os ombros, braços e mãos

  • Sensação de dormência

  • Formigamento

Tipos de Hérnia de Disco

Apesar da causa ser a mesma, (o escape do material interno do disco para o exterior) a hérnia de disco pode se manifestar diferentes maneiras:

hérnia-de-disco_tipos

Hérnia de Disco Protrusa – é o caso mais comum de hérnia de disco – apesar do núcleo do disco ainda não ter sido afetado, a sua forma já deixa de ser ovalada

Hérnia de Disco Extrusa – a parede do disco se encontra fissurada, permitindo o escape do material interno para fora do disco

Hérnia de Disco Sequestrada – é o caso mais grave de hérnia de disco –  a parede do disco se encontra rompida, provocando compressão extrema da raiz nervosa

Procedimentos Intradiscais

Existe uma série de procedimentos minimamente invasivos conhecidos como “procedimentos intradiscais”. São procedimentos onde o médico especialista em coluna introduz uma camera guiada por raio X em tempo real com objetivo de avaliar com precisão o estado em que se encontra a hérnia de disco do paciente e recomendar o procedimento mais adequado para cada caso.

Procedimentos Minimamente Invasivos

Os procedimentos minimamente invasivos são uma alternativa extremamente segura no tratamento da hérnia de disco. Eles oferecem diversas vantagens quando comparados aos tratamentos conservadores, feitos à base de anti-inflamatórios e cirurgia, pois não há necessidade de anestesia – o paciente permanece acordado durante todo o tempo em que dura o procedimento. Os procedimentos são realizados por meio de agulhas, sem a necessidade de realizar cortes. E também não há a necessidade de internação, e o paciente recebe alta no mesmo dia, poucas horas após o término do procedimento.

Bloqueio Epidural Transforminal

O bloqueio epidural é um procedimento minimamente invasivo realizado por meio da inserção de agulhas na área afetada pela hérnia de disco através de visualização em tempo real por radioscopia (raio X em tempo real).

Cirurgia Endoscópica

Os procedimentos endoscópicos possibilitam a retirada do material do interior do disco, sem que seja necessário realizar uma cirurgia de coluna. Através da inserção de uma câmera até a região afetada, o médico especialista em coluna efetua a retirada do material “herniado” do interior do disco, sem incorrer nos riscos de uma cirurgia.

O que é Hérnia de Disco?

A hérnia de disco é uma compressão que ocorre na medula espinhal devido ao escape do material interno do disco intervertebral para a área externa.

hérnia de disco-grafico

Causas da Hérnia de Disco

A principal causa da hérnia de disco é o desgaste dos discos da coluna. Por conta disso, a hérnia de disco geralmente ocorre em pessoas com mais de 40 anos. No entanto, outros fatores podem contribuir, como movimentação repetitiva, sedentarismo, sobrecarga de peso e excesso de atividade de alto impacto.

Sintomas

Os sintomas da hérnia de disco podem aparecer tanto na  região da coluna lombar e cervical, como nos braços e pernas.

Isso ocorre devido a compressão de estruturas próximas ao disco, como a medula espinhal e a raiz nervosa, o que causa a “irradiação” da dor para os membros inferiores ou superiores.

Caso esses sintomas persistam por mais de 3 meses é importante procurar um especialista em coluna.

Sintomas de Hérnia de Disco Lombar 

  • Dor nas pernas, quadril e/ou nádegas

  • Alteração de força

  • Dormência

  • Formigamento

Sintomas de Hérnia de Disco Cervical

  • Dor no pescoço

  • Dor irradiada para os ombros, braços e mãos

  • Sensação de dormência

  • Formigamento

Tipos de Hérnia de Disco

Apesar da causa ser a mesma, (o escape do material interno do disco para o exterior) a hérnia de disco pode se manifestar diferentes maneiras:

Hérnia de Disco Protrusa – é o caso mais comum de hérnia de disco – apesar do núcleo do disco ainda não ter sido afetado, a sua forma já deixa de ser ovalada

Hérnia de Disco Extrusa – a parede do disco se encontra fissurada, permitindo o escape do material interno para fora do disco

Hérnia de Disco Sequestrada – é o caso mais grave de hérnia de disco –  a parede do disco se encontra rompida, provocando compressão extrema da raiz nervosa

Procedimentos Intradiscais

Existe uma série de procedimentos minimamente invasivos conhecidos como “procedimentos intradiscais”.

São procedimentos onde o médico especialista em coluna introduz uma camera guiada por raio X em tempo real com objetivo de avaliar com precisão o estado em que se encontra a hérnia de disco do paciente e recomendar o procedimento mais adequado para cada caso.

Para isso, o médico especialista em coluna leva em consideração os seguintes fatores:

  • Tipo de hérnia

  • Localização da hernia

  • Condições fisicas do paciente

Procedimentos Minimamente Invasivos

Os procedimentos minimamente invasivos são uma alternativa extremamente segura no tratamento da hérnia de disco.

Eles oferecem diversas vantagens quando comparados aos tratamentos conservadores, feitos à base de anti-inflamatórios e cirurgia:

  • Não há necessidade de anestesia – o paciente permanece acordado durante todo o tempo em que dura o procedimento

  • Não são realizados cortes na pele – procedimentos são realizados por meio de agulhas

  • Não é feita internação – paciente recebe alta no mesmo dia, poucas horas após o término do procedimento

Bloqueio Epidural Transforminal

bloqueio epidural é um procedimento minimamente invasivo realizado por meio da inserção de agulhas na área afetada pela hérnia de disco através de visualização em tempo real por radioscopia (raio X em tempo real).

O  bloqueio epidural consiste nas seguintes etapas:

  1. Agulhas são inseridas e conduzidas até um ponto específico onde o nervo deixa a coluna

  2. É realizada a injeção de contraste no local de modo a localizar a região precisa do nervo afetado

  3. É feita a aplicação de medicação exata, apenas na área afetada

Cirurgia Endoscópica

Os procedimentos endoscópicos possibilitam a retirada do material do interior do disco, sem que seja necessário realizar uma cirurgia de coluna. Através da inserção de uma câmera até a região afetada, o médico especialista em coluna efetua a retirada do material “herniado” do interior do disco, sem incorrer nos riscos de uma cirurgia.

Agende a sua Consulta

O diagnóstico é o primeiro passo para o um tratamento individualizado.

Agende a sua Consulta 

O diagnóstico é o primeiro passo para o um tratamento individualizado.